Buscar


A vida acontece no agora, neste exato momento!

Se não pular no bonde e tomar seu assento, vai ficar pra trás, porque ela não espera, passa ligeira e não volta atrás.


Não se iluda, esperar sentado sem nada fazer não vai aumentar suas chances de vivê-la; correr desesperadamente no encalço dela também não.


Vida não é como ônibus, que para no ponto de hora em hora, obedecendo ao seu sinal. Também não é uma disputa cega, em que vence quem chegar primeiro.


Não, a Vida é sutil, requer observação e presença, é você quem a identifica e obedece ao sinal dela.


Ela não avisa que chega, porque não chega mesmo, ela já está. Se não estiveres atento, corres o risco grande de não notá-la e, quando se der conta, estará assistindo-a passar, bela, pomposa, desfilando faceira bem diante do seu nariz, mas longe do seu alcance e, assim, perdê-la-á estupidamente.


Viver a vida está no exato equilíbrio entre fazer e não fazer. Falar e escutar. Agir e esperar. Produzir e observar. Criar e imaginar. Viajar e voltar. Sair e chegar. Querer e optar. Ser e estar. Ter e deixar. Plantar e aguardar. Florescer e secar.


Viver é aquilo que acontece nos intervalos. Entre o agora e o depois, lá está ela, cheia de opções, senões, erros, acertos, fins e novos começos. 


Viver é por o cérebro pra pensar, o corpo pra bailar. É levar a alma para passear, os olhos para contemplar e conseguir ver e enxergar.


Viver é temperar a existência com o sonhar, se aventurar, experimentar, provar até se lambuzar, abraçar o resultado que chegar e sem nada descartar.


Viver é um constante se aprontar!



Paula Maria

7 visualizações

Feito por Eu Quero, Eu Crio 2019 · Todos os direitos reservados