EU QUERO E VOU FAZER



Ter liberdade é difícil, exercer a prerrogativa de escolha é mais ainda. Decidimos por este e não por aquele: a decisão pode parecer dura, mas, via de regra, é mais simples do que imaginávamos.

Quando pensamos em liberdade, vem logo à nossa cabeça “fazer tudo o que quero, sem dar satisfações a ninguém. Viver do meu jeito! Aaai, se eu pudesse?!?!?!?!”.

E você pode! Pode ser completamente livre, basta escolher ser livre.

Nem sempre liberdade é fazer apenas o que se quer (quase nunca é). Liberdade muitas vezes é fazer o que não se quer, mas escolher fazer, utilizando essa possibilidade como estrada rumo ao caminho do que se quer.

Liberdade é estar consciente dos prós e contras, e ainda assim optar pelo que faz o seu coração vibrar. É seguir, não independente de convenções e olhares externos e preconceituosos, não, é seguir independente dos seus próprios conceitos e preconceitos, é não parar nas suas próprias limitações, é não se preocupar com o que você pensa sobre aquilo que os outros pensam a seu respeito. E tudo isso é escolha.

Abrir-se para o novo, olhar por outro ângulo, se enxergar na vida por outro prisma, escolher viver novas possibilidades, novas combinações, sair da inércia, optar, exercer sua vontade mais reprimida. Escolher, às vezes pelo novo, às vezes pelo velho, mas realmente escolher.

Liberdade é poder fazer qualquer coisa, mas decidir que não fará porque escolheu não fazer.

Liberdade é sair do “eu quero, mas não consigo”, e entrar no “eu posso, mas não quero”, ou no “eu quero e vou fazer”.

A real liberdade acontece quando decidimos por escolher. Neste momento, somos livres de verdade, derrubamos nossas bandeiras internas e não perdemos tempo derrubando as bandeiras de ninguém.

Paula Seara

#liberdade #escolha

Feito por Eu Quero, Eu Crio 2019 · Todos os direitos reservados