SEJA VOCÊ MESMO E SAIA DAS APARÊNCIAS



Muito se fala em “ser você mesmo e sair das aparências” e isso soa bastante libertador e bem gostoso!

Usamos diversas máscaras para agradar no trabalho, na frente da família, com o(a) namorado(a), na roda de amigos. Mas quando é que eu sou eu mesmo?

Quem é você de verdade? Se tirarmos todas as nossas máscaras, o que sobra?

NÃO SOBRA NADA.

Não há a possibilidade de vivermos sem máscaras. A questão é: Com qual máscara eu escolho viver? Qual máscara mais me agrada? Com qual máscara eu conquisto o que quero?

Não está errado e nem é feio ficar nas aparências. É confortável para você? Você gosta? No final das contas, acontece o que você quer e você é realmente feliz? Então, qual o problema?

O problema é quando a máscara te incomoda, quando ela é pesada e te sufoca. Mais ainda quando, no final, você não vive nada do que quer para você.

A questão é “Como fluir com prazer nas máscaras que escolho para mim?”.

A nossa essência está no nada, na ausência das máscaras. A partir do instante em que a mente age, a máscara existe. A essência vem em forma de instinto, através daquilo que faz o seu coração vibrar.

Máscara e essência existem juntas. Não precisa escolher entre uma e outra, viva as duas!

Bruno Vicente

#mascaras #escolha

Feito por Eu Quero, Eu Crio 2019 · Todos os direitos reservados